segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ROUPAS DO OFÍCIO segunda de costume de verão

3.1 Phillip Lim, preverão 2010


Dada a escolha, ninguém em sã consciência iria trabalhar quando o dia pede um momento mais "direito à preguiça" (este, aliás, o título do manifesto de Paul Lafargue, genro de Karl Marx, e defensor do ócio e do lazer puro e simples – num momento em que o mundo era só trabalho – muito antes de Domenico de Masi oferecer a mistura entre prazer e trabalho - num momento em que o mundo é só trabalho).

Mas cá estamos nós sem o direito de escolher. A não ser o direito de transformar o look em algo mais leve e menos sóbrio, mais individual e menos mão-de-obra em massa.

Como a ideia de Phillip Lim: camiseta, bermuda de alfaiataria, paletó-jaquetão, salto, bolsa de mão.

Phillip Lim, aliás, é uma das marcas que começa a ser vendida na NK Store no ano que vem. Mais? Isabel Marant e Alexander Wang!

3 comentários:

andreza felix disse...

disse tudo:bom pra quem pode escolher!

Anna.the disse...

por um guarda-roupa "social" menos "social"....
muito bom, lembra uma frase que li não sei aonde, algo como
"eu não me visto para o trabalho que tenho, mas para o que gostaria de ter"....a memória não me deixa lembrar quem a disse, mas deu para dar o recado...;)
bjs

Bazar Pettit* disse...

olá, adorei seu blog e vc já está linkadíssima! Já tenho 5 perfis de vendas no orkut e agora resolvi fazer meu blog! Espero vc lá! Espero que vc me link tb!Muita dica de moda, mtos produtos transados, cintos de lacinhos (faço de crianças tb), colares maxi laços, farm.

http://bazarpettit.blogspot.com

email: cincinlopes@yahoo.com.br

beijinhos, CinCin