segunda-feira, 31 de agosto de 2009

TO THE FASHION TRAVELLER 1969, o ano que só acabou de recomeçar...

Tem quem menospreze a onda Woodstock (40 anos em 2009), mas não subestime a força do flower power.

Vem, como numa revolução pacífica, silenciosa e se aproximando.

A Gap relança seus jeans 1969 – a loja foi aberta naquele ano por Doris e Don Fischer em São Francisco - com uma coleção Premium. Clique aqui para ver os fits e tirar sacadas de produção.

O melhor são os acessórios desenhados por Pierre Hardy (já falei dele aqui: o gênio por trás também dos sapatos Balenciaga).

Bota jeans, Pierre Hardy para Gap 1969.

Mais aqui, à venda a partir de setembro, fashion travellers!

e-shopping

Comprar roupas pela internet ainda causa muita desconfiança. Ninguém ainda encontrou um jeito de substituir com eficiência o teste do espelho.

Mas estamos nos aproximando disso.

Zugara, uma agência de marketing baseada na Califórnia, criou um programa que envolve a câmera do computador e um "captador" de movimentos para simular a sensação de vestir a peça.

Dá para se fotografar e mandar as fotos pelo Facebook para as amigas opinarem (embora eu seja categoricamente contra esta relação de dependência. Opinião? Só de pro).

Veja como funciona:

domingo, 30 de agosto de 2009

É NOVO flapper dress

Flapper dress, ou vestido melindrosa, tem a cintura deslocada para baixo – um jeito de "androginizar" a silhueta.

Brian Reyes brinca com o tema subindo a barra nas altura – a medida original dos anos 1920s jamais ultrapassou os joelhos – e combina com ankle.

Brian Reyes, pré-verão 2010.

Mais uma boa razão para investir no vestido de Kate Tiffany Abbott abaixo.

sábado, 29 de agosto de 2009

Dou-lhe uma, dou-lhe duas...

Quem me acompanha sabe que saltei da categoria compras em brechó para compras em leiões de moda (até propus uma matéria para a Vogue, que foi publicada em abril, se não me engano).

É impressionante o tipo de investimento para a vida que se faz por um preço justo.

E as casas de leilão colocam as luvas no acervo das mulheres mais interessantes do planeta.

O próximo baú Louis Vuitton, literalmente, aberto é o de Katherine McLane Tiffany Abbott (1855-1948). O acervo da sobrinha do fundador da Tiffany, Charles Lewis Tiffany, – que inclui 31 vestidos de alta costura criados do fim do século 19 até os anos 1930 – foi encontrado num sótão em Boston.

No mesmo dia, 2 de setembro, serão leiloadas pela Leslie Hindman Auctioneers, de Chicago, peças de costume jewelry feitas pela Maison Gripoix, responsável nada menos do que pelas pérolas falsas de Mme. Chanel. E mais um monte de outras maravilhas que vocês podem checar aqui. (recebi o catálogo pelo correio e é de guardar.)

Os vestidos de Katherine, por exemplo, têm lance mínimo de 200 dólares.
Vestido melindrosa


Vestido art déco

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

BELEZA PURA trança lateral

Sonia Rykiel, pré-inverno 2009

Pensei numa ideia 80 para o fim de semana: trança lateral e alta!

Divertido.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

DESOBEDIÊNCIA MODAL sapatilha de festa

Valentino, haute couture, inverno 2009

Não precisa ter salto para ser festa. Precisa ter sonho de Cinderela.

COMO SAIR ÀS RUAS COM ESTILO a camiseta básica perfeita

Simone, tenho uma dúvida.
Quando se fala de "camiseta básica", o que é isso, exatamente? Como eu era estudante, camiseta básica para mim era Hering (ou Malwee, que eu até prefiro), mas a malha delas vai embora com o tempo e tenho a impressão de nunca estar bem vestida assim.
E não encontro boas camisetas de malha por aí, se é que são um substituto às Herings e cia.
Merci,

Maria Celina, pelo blog


Querida,

O mundo já não é mais preto-no-branco mesmo. Tudo ficou cinza - numa quantidade de nuances inimagináveis.

Eu já fiz um post sobre a nova camiseta perfeita.

Agora descobri uma versão na Le Lis Blanc. A Le Lis lançou há uns dois meses uma nova etiqueta, a Chez Le Lis, lotada de peças no estilo confort fashion.

São moletons e malhas chiquetosinhos, deliciosinhos e com um quê de Alexander Wang para quem não pode. Veja mais aqui.

Enfim, tudo isso para dizer que lá eu encontrei a camiseta perfeita numa malha ainda melhor do que a da LnA! É pra comprar em lote: branca, preta, mescla...

beijos,
Simone

BOA APLICAÇÃO tailleur de couro

YSL, pré-inverno 2009

É fácil, é sexy, é vai-e-volta e ainda tem dois excelentes separates: o paletó e a saia-lápis.

ROUPAS DO OFÍCIO terno mescla

Burberry, pré-inverno 2009


Nunca um terno pareceu tão pijama, tão confortável, tão à vonts.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

É NOVO forro exibido

É preciso dizer algos sobre a aparição do forro. Desde o inverno invadindo a primavera.

Forros são pensados para ficar invisíveis.

Quando vêm à tona, como agora, me parecem dizer que devemos prestar atenção ao que é essencial:

Que roupa boa é boa até do avesso.

Que é melhor prestar atenção à qualidade do que se compra.

Que estilistas com e maiúsculo cultivam o detalhe.

Jil Sander mudou a cara a roupa mínima com um forro contrastante. Aliás, que Jil Sander tenha sido um dos excelentes desfiles da temporada só pode mesmo confirmar que estamos experimentando um caso de amor com os valores básicos da roupa (que são diferentes dos valores básicos da moda).

Ademais, é tão sexy essa sutileza de insinuar que há algo de muito bom por baixo dos panos...

Jil Sander, inverno 2009



Jil Sander, inverno 2009



Jil Sander, inverno 2009



Jil Sander, inverno 2009



Dries Van Noten, inverno 2009


Emanuel Ungaro, inverno 2009



Sonia Rykiel, inverno 2009



Max Mara, inverno 2009



Chanel, haute, inverno 2009



Chanel, haute, inverno 2009



Collette Dinnigan, resort 2010

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

FANTASCHIC idade ao natural



Sem plástica, sem roupa careta, sem artificialidade. Desejo isso a todas nós.

(cortesia do Garance Doré)

MODERNA NO ATO bijoux étnicas

Bijoux étnicas, foto de Nina Leen, 1952

A foto tem mais de 50 anos, mas a ideia volta como se o mundo começasse hoje: usar bijoux étnicas num look careta.

(ps. com sobrancelhas deste naipe, olhar o mundo fica tão mais fácil).

TENDENCINHA meias de bolinha


Não sei vocês, mas eu usei muito meias de bolinha nos anos 1980s. Elas vêm retornando de maneira sedutora a ponto de eu me sentir de novo feliz com 12 anos.

Mas esta, da Elinkan, uma das meninas com mais senso fashion da vida internética, é irresistível.

ROUPAS DO OFÍCIO sexta-feira de trench e míni

Chloé, pré-inverno 2009

Não tem feito frio exatamente. Sö uma certa umidade prevista na semana. Minha recomend é usar uma camiseta básica com míni chic, sapatilhas e um trench para enfrentar a chuva.

Quando estiver dentro do local de trabalho, não cometa o pecado de ficar de trench. A utilidade dele - e portanto o jeito estiloso e consciente de usar - tem a ver com intempéries.

Para se proteger do condicionador de ar, vá de cardigã.

É JOIA questão de gosto

Adoro que a joalheria está encontrando cada vez mais jeitos de romper com as convenções sem quebrar o bom gosto.

Neste caso, literalmente. Joalherias têm lançado coleções de dar água na boca, inspiradas não mais em aranhas & afins, mas em comes & bebes.

Muitos quilates e nenhuma caloria é o tipo de delícia fácil de se esbaldar.




Macarons de quartzo negro, turquesa, malaquita ou lápis-lázuli, ouro (rosa ou amarelo) e diamantes, Carla Amorim: coleção inspirada na pâtisserie tem também petit gateau. R$ 2 260 o par.



Anel de diamantes, turmalina e rodela de citrino, Piaget: cocktail ring levado ao pé da letra na coleção Limelight Paradise, com direito até a caipirinha. Preço sob consulta.


Drops de limão, laranja e grapefruit e prata, Arthus Bertrand. De 75 a 120 euros.

PEÇA-CHAVE - E JEITOS DE USAR cardigã

Há algo sobre cardigãs, sejam eles masculinos ou tipo twin-set Jackie O., que é absolutamente-deliciosamente confortável.

Jogue por cima de qualquer coisa e o look fica acolhedor e com um quê de fora do lugar, o que é sempre bom.

Cardis, para mim, são os substitutos perfeitos para os paletós masculinos. Eles são chic da mesma forma, mas abraçam no lugar de servir como armadura.

E se prestam a isso:

Sessilee Lopez: ombros pagode.



YSL: sobre minivestido.



Vera Wang: com broche.



Tory Burch: colorido.



Phi: fechado por cinto duplo.



Phi: fechado com fita.



Doo.Ri: ton-sur-ton.



Alexander Wang: com míni.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

É NOVO botas no verão

video


2nd floor, Shopping Cidade Jardim, piso térreo, tel 11 3552-6699, São Paulo

Acqua Studio, Rua Jaraguá, 878, Barra Funda, tel. 11 3223-2133, São Paulo

Alexandre Birman, informações pelo tel. 11 3045-9077 e 51 2129-5323

Alexandre Herchcovitch, Rua Haddock Lobo, 1151, Jardins, tel 11 3063-2888, São Paulo

Christian Louboutin, Shopping Iguatemi, piso Faria Lima, tel 11 3032-0233, São Paulo

Ellus, Shopping Cidade Jardim, piso térreo, tel 11 3552-6699, São Paulo

Fabia Bercsek, Rua Bela Cintra, 1677, Jardins, tel. 11 3081-3935, São Paulo

Lady Snake, na Galeria do Rock. Rua 24 de maio, 62, Centro, tel. 11 3361-7705, São Paulo.

Maria Garcia, Shopping Iguatemi, piso Faria Lima, tel 11 3813-5556, São Paulo

Reinaldo Lourenço, Rua Bela Cintra, 2167, Jardins, tel 11 3085-8150, São Paulo.

Studio Tmls, Rua Melo Alves, 549, Jardins, tel. 11 3063-5352, São Paulo.


(ps. gente, sorry pelo tilt do som no começo. só apareceu aqui. learning mac!)

FANTASCHIC trompe l'oeil

Peças Hermès, 1952, fotografadas por Gordon Parks.

Quem viu Comme des Garçons e Ronaldo Fraga em momentos Schiaparelli sabe.