sábado, 29 de agosto de 2009

Dou-lhe uma, dou-lhe duas...

Quem me acompanha sabe que saltei da categoria compras em brechó para compras em leiões de moda (até propus uma matéria para a Vogue, que foi publicada em abril, se não me engano).

É impressionante o tipo de investimento para a vida que se faz por um preço justo.

E as casas de leilão colocam as luvas no acervo das mulheres mais interessantes do planeta.

O próximo baú Louis Vuitton, literalmente, aberto é o de Katherine McLane Tiffany Abbott (1855-1948). O acervo da sobrinha do fundador da Tiffany, Charles Lewis Tiffany, – que inclui 31 vestidos de alta costura criados do fim do século 19 até os anos 1930 – foi encontrado num sótão em Boston.

No mesmo dia, 2 de setembro, serão leiloadas pela Leslie Hindman Auctioneers, de Chicago, peças de costume jewelry feitas pela Maison Gripoix, responsável nada menos do que pelas pérolas falsas de Mme. Chanel. E mais um monte de outras maravilhas que vocês podem checar aqui. (recebi o catálogo pelo correio e é de guardar.)

Os vestidos de Katherine, por exemplo, têm lance mínimo de 200 dólares.
Vestido melindrosa


Vestido art déco

2 comentários:

Fê Resende disse...

morri como vestido de pássaros. lindeza, viu.

eugarimpo disse...

Vestido art déco: um luuuuuxo!