domingo, 27 de abril de 2014

Eu voltei, mas agora como Sissi et Paris


Um dos meus temores, se é que eu tenho algum, é cair no clichê. Mas não consigo resistir à ideia de dizer que a vida dá mesmo voltas. Escolhi o nome para esse blog, um dos primeiros da cena brasileira, num clic. Juntei uma música querida (mas não especialmente amada), C'est si bon, do meu apelido de família, Sissi, para resumir o meu jeito de ver as coisas: vale a pena compartilhar o que é bom, jamais perder tempo com o que não é. O sotaque francês não foi nada estudado, mas quando seu métier é moda fica meio incontournable... Quando a cena blog começou a virar clichê, resolvi que era hora de parar. O formato já não me dizia mais nada. Hoje meu negócio é instajornalismo. E, como a vida dá voltas, agora com razão para falar em francês: de malas e gatos para Paris, com aliança no dedo — coisa que achava, em bom francês, démodé. O @sissietparis começou há pouco. Continuo com a mesma ideia do C'est Sissi bon — compartilhar aquilo que vale a pena. Neste caso, o meu olhar sobre as novidades de Paris. Em forma de instajorn — com serviço para servir de guia do melhor da cidade — vi, provei, recomendo. Simples e rápido assim. Como nem todo mundo é instafã, o imediato do celular vai direto para o tumblr Sissi et Paris. Nós revemos lá. Au revoir!

Nenhum comentário: