quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Vestidos de noiva para Kate Middleton

(meninas, queridas, obrigadas pelos comentários!)

É difícil dar a dimensão da loucura que é a relação da família real com seus súditos - ou eu deveria dizer dos súditos com a família real?

Concentrados no metrô, os passageiros lêem as últimas sobre o noivado – mesmo que, jornalisticamente falando, não haja notícia nenhuma.

Acho que a não-notícia favorita da minha irmã Mônica e minha é "irmã de Kate talvez quem saiba seja a madrinha principal, mas aos 26 anos ela está um pouco passadinha, não?".

Ãããã?

De qualquer forma, certas coisas valem a especulação.

Hoje o WWD (Women's Wear Daily), o jornal centenário e site diário americano que é considerado a bíblia da moda – e para o qual sou a correspondente no Brasil - deu na manchete os croquis de várias marcas e estilistas com sugestões de vestidos de noiva para Kate Middleton.

É uma aula de como cada um tem uma visão de mundo particular e a expressa por meio da roupa - e como cada um pensa diferente, ufa!

Eu me perguntei quem eu escolheria se fosse ela. Me ocorreu Burberry, pela tradição e "inglesidade" - e ao mesmo tempo porque Christopher Bailey injetou o século 21 nessa mistura, resumindo o que Londres é hoje no mundo. Um salto no passado, um salto no futuro e um mundo inteiro no meio daquelas ruas com prédios de tijolinho laranja queimadíssimo.

Aqui uns exemplos das ideias dos estilistas – com as suas respectivas justificativas.

(vocês não amam o anacronismo da monarquia?)


Nina Ricci: "leve como pluma, camadas de renda e organza... um vestido na medida de uma princesa"


Valentino: "um vestido 'florescendo', porque a vemos como uma nova Vênus de Botticelli"


Missoni: "tecidos preciosos com linhas limpas e contemporâneas para criar uma imagem eterna de graça e elegância"


Christian Lacroix: "algo velho como uma saia vitoriana; algo novo, como o patchwork; algo emprestado, como o véu da rainha Elizabeth; algo vermelho: um top elizabetano, cor das noivas até 1900." (historicista que é, lacroix envederou pela tradição do 'something old, something new, something borrowed, something red', um hábito dos casamentos anglicanos")


Karl Lagerfeld: "um vestido vitoriano com uma pegada nova – botas de cano longo e aberto na frente"


Jason Wu: "mix da opulência tradicional com uma estética muito limpa para uma princesa moderna." (escolhi porque ele se fez como escolha de michelle obama, lembram?)


J.Crew: "com tantas comparações à princesa Diana, o vestido deveria ser justamente o oposto: moderno, simples e elegante" (achei o máximo eles convidarem alguém do high street americano que tem uma divisão de vestidos de noiva)


Gucci: "linhas limpas, formas suaves e toques clássicos como o decote canoa e uma cauda distinta."


Chris Benz: "correr riscos com um espírito colorido e confiante é a nova cara da realeza." (sim, eu sei que chris benz não é relevante no cenário $$$, mas eu amo as proporções dele e o considero um grandissíssimo colorista)

5 comentários:

Vica disse...

Valentino, toda vida.

Isabel disse...

meu deus.Pra algm q vai fazer estilismo(como eu) isso é o paraiso,que vestidos lindos!um dia eu chego la!

Anônimo disse...

Quero só ver o que o Prince vai usar. E qual flor vai sustentar sua lapela:-)

Anônimo disse...

Belas criações. E traços mais do que talentosos: leves, diáfanos. Adorei!
Abraço,
Vera (de Brasília)

Anônimo disse...

Valentino e Gucci. A princesa Kate deveria usar o vestido de uma dessas, porque são elegantes, refinados e ao mesmo tempo despojados de qualquer adorno excessivo. Amei. Quero o da Valentino pro meu casamento (inexistente) !! hihihi