quinta-feira, 7 de agosto de 2008

DESOBEDIÊNCIA MODAL bracelete punk


Burberry, fall 2008

Você pode até alimentar o visual ladies-who-lunch*, mas pode desconcertar tanta classe com um acessório de peso como esse bracelete porco-espinho, idéia esperta de Christopher Bailey para dizer que "hay que enternecer, sin perder la dureza jamás."

*ladies-who-lunch é uma expressão que fala de um grupo de mulheres "bem" (com dinheiro, sobrenome e maridos ricos) e bem-vestidas, que se encontra socialmente para almoços em Manhattan, no meio da semana, seja em restaurantes finos ou nas lojas de departamento idem. A expressão foi popularizada por um verso de uma das canções do musical da Broadway, Company (1971), de Stephen Sondheim. Mais em Stephen Sondheim: A life, de Meryle Secrest.

2 comentários:

Luigi disse...

quero um desse para mim!!

Sissi disse...

oi, meninas! não vejo muitoa idade para esse acessório - vejo atitude. a vivienne westwood, por exemplo, com mais de 60, ficaria linda com um desses braceletes no pulso. é bacana porque a estilista inglesa adotou um guarda-roupa mais bem cortado, roupas boas, bem lady... mas ela não é dessas que não tem pulso forme, não... tem que ter pulso para encarar um braelete desses. bjs, sissi