domingo, 30 de novembro de 2008

Clássicos dos clássicos


Bianca Jagger, 1972


Minha irmã acabou de sair aqui de casa com um leve bico porque não consegui compartilhar com ela o entusiasmo por um par de gladiadoras estilizadas Forum, geneticamente modificadas. "Chata", ela disse. E mudou de assunto.

Então eu tirei o meu pulso.

Normal.

E a minha temperatura.

Idem.

Posso dizer que a vida (modal) anda sem palpitações. Sem taquicardia para comprar uma coisinha(ona) nova. Eu já falei sobre isso em dois momentos aqui - mas, confesso, a 'doença' vem se agravando.

O tempo vai passando e a minha lista de compras vai ficando cada vez mais atemporal - o que significa que pode ficar para depois do mesmo jeito que poderia ser para ontem. Ao paletó Margiela (para desgosto da Loulou, ainda assim minha amiga fiel), acrescentei uma camisa Pucci.

Só consigo pensar em clássicos, não necessariamente assinados - mas puro sangue na modelagem.

Assim, boas compras a qualquer tempo:

1. CAMISETA BRANCA: impressionante como uma coisa tão simples pode ser tão complicada de encontrar. Não me interessam as de gola redonda, canoa - ou qualquer modelo intercambiável entre meninos e meninas. A tee perfeita é bem fininha, quase com aparência de muito batida (como cashmere extrafino), decote V aberto, mangas japonesas, soltinha. Coisa de mulher, não vitrine de músculos Marlon Brando. Uma amiga encontrou uma perfeita assim na H&M, prova de que o sol nasceu para todos. Eu ainda vou encontrar a minha. Se alguém achar, me avise.

2. CARDIGÃ: escrever masculinos seria redundante, mas, sim, masculinos para não serem confundidos com a metade casaquinho do twin set. Eu já tenho quatro, com lãs de gramaturas (?) e texturas diferentes. Sempre em cores de homem com H. Funcionam sobre tudo, sobretudo para desconcertar o mundo certinho.

3. CALÇAS LARGAS DE ALFAIATARIA: no plural mesmo! Preta, marinho, cinza, areia, preta com risca-de-giz branca, branca com risca-de-giz preta, cinza com risca-de-giz preta, preta com risca-de-giz cinza, espinha-de-peixe, príncipe-de-Gales ... Nunca é demais, é sempre de-mais!

4. TUBINHO: o mínimo em termos de vestido, em todos os sentidos da palavra mínimo. É o mometo Jackie O da vida, que ainda não envelheceu depois de quatro décadas. (vou tentar um versão preto de veludo alemão)

5. SMOKING: quanto mais eu penso em YSL mais me choca a revolução. O black-tie masculino tem um século de 'reinança' e nada mais moderno do que a companhia dele à noite, para dar descanso ao vestidão. Estou para ver os namorados que topem numa boa. Tem que ser muito homem para entrar de braços dados com uma garota de smoking. Vá de YSL, preto com camisa branca. Banque Bianca Jagger, toda de branco ou de branco com camisa preta, mais Capone/malandro.

6. CASAQUETO DE TWEED: Não precisa ser Chanel, mas, se for, considere como uma jóia de família (porque o show vai continuar). Pied-de-poule (ou de-coq) preto e branco e a vida segue, fina, em frente.

7. TRENCH COAT: meus deuses, tem coisa que se prove mais prática nesses tempos úmidos? (lembre-se: acima dos joelhos é mais fresco em todos os sentidos).

8 comentários:

Adriana Marmo disse...

É muito bom saber que eu não sou a única que busca a camiseta branca. beijo gigante

Luciene Vieira disse...

Eu também estou assim, mas pensei que era a velhice chegando...

Luciene Vieira disse...

Desculpe, reli meu comentário e pode parecer um ataque à você - de muito mau gosto, por sinal - o que não é minha intenção. É só uma constatação, assim como me identifico com Anna Wintour que anda desfilando (repetidamente) vestidos estampados e apatia nas apresentações das coleções...

dusinfernus disse...

até agora me pergunto como demorei tanto pra conhecer seu blog...

andreza felix disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
andreza felix disse...

sissi!
como é manga japonesa hein???

quanto ao post, sabedoria master!

andrea disse...

sissi, hoje ganhei minha primeira foto de Bianca com Mick...
Qto ao seu post, digo que essas marcas sao chatas pq. nao tem identidade... estao cada vez mais sem assinatura, sem sangue nas veias, sabe? Alias o mundo tah muito chato, precisamos mudar isso jah!!!

Helena Castro disse...

oi simone, concordo com vc: como é difícil encontrar a t-shirt perfeita!!!!! fiz um post hoje, no meu blog, mencionando a sua descrição (com os devidos créditos, claro) do seu modelo preferido. se você se incomodar, me fale que tiro na hora, viu?

o link direto é: http://meninasdachocolate.blogspot.com/2009/03/moda-t-shirt-branca.html

adoro o seu blog!!!!!

beijos,
Helena